Presídio em Goiás não será mais quartel-general de facção, diz Caiado.

O senador goiano detalhou suas propostas para a segurança pública


As propostas para a seguran­ça pública de Goiás foram o destaque da terceira edi­ção do programa “Caiado ao Vivo”, transmitido pelo Facebook. O can­didato ao governo pela coligação A Mudança é Agora, Ronaldo Caiado (Democratas), detalhou os itens do seu plano de governo para a área in­cluindo equiparação salarial da polí­cia militar; construção de três novas penitenciáriasdesegurançamáxima; ampliação da atuação do Batalhão Escolar; concurso público para au­mentar efetivo da polícia; e integra­ção de informações das polícias mili­tar, civil e federal e da Receita Federal para combater facções criminosas.


A ênfase no tema da seguran­ça pública foi resultado de uma en­quete feita pelo Facebook em que os seguidores de Ronaldo Caiado pe­diram para saber mais sobre as pro­posições do candidato para o setor que tanto aflige os goianos.


Ainda durante este “Caiado ao Vivo”, o senador respondeu per­guntas sobre a regionalização da saúde; ações para educação e meio ambiente; investimento em pesquisa e inovação e parcerias com igrejas e outras entidades da sociedade civil para recuperação de dependentes químicos.


Sobre saúde, entre outras pro­postas, o parlamentar contou que, se eleito, irá construir 17 policlíni­cas para atender as 17 regiões do estado como parte de seu progra­ma de regionalização da área. Ro­naldo Caiado também afirmou que vai apoiar a qualificação de jovens e criação de startups para atender as demandas específicas de empresas.


O candidato fez questão de agradecer todo apoio que tem re­cebido em suas andanças pelo Es­tado em carreatas. Segundo ele, a cada lugar que passa o sentimen­to de mudança fica mais explícito. “Temos o apoio do povo, que é o mais importante nesse momento”.


Além disso, o senador pede a po­pulação que tenha crença de que há uma alternativa para que Goiás seja uma referência nacional de boa gestão e qualidade de vida do seu povo. “Existe uma saída. Não é por­que houve o desmando do Estado, o uso incorreto do poder, que as pes­soas tem que pensar que todos são iguais. Acho que é preciso analisar o passado de cada um. Nos dê esse aval, essa carta de confiança, para mostrarmos que Goiás vai ser dife­rente. Nosso objetivo é único: é foco no cidadão, na pessoa”, assegurou.


SEGURANÇA

“Vamos extinguir a tese de que existe terceira classe na Polícia Militar do Estado de Goiás. Va­mos igualar salários. Vamos tam­bém construir três novas peni­tenciárias de segurança máxima e acabar com essa história de pe­nitenciária ser quartel general de facção. Vamos criar um núcleo de combate ao narcotráfico e à cor­rupção. Neste grupo, vamos bus­car apoios da Receita Federal, da Polícia Federal, da Secretaria da Fazenda do Estado de Goiás, Po­lícia Militar e Polícia Civil. Será uma estrutura muito bem monta­da, todas elas (as áreas) podendo convergir sobre as informações”.


“Temos que fazer também uma ampliação do número de delega­cias que atendam as mulheres que são violentadas e criar uma polícia especializada para que Goiás não ostente mais esse rótulo extrema­mente negativo do terceiro maior índice de feminicídios do País”.

“Atualmente 165 municípios em Goiás não têm delegado, 23 muni­cípios não têm a presença do po­licial. Esse é o quadro atual. Não podemos deixar que Goiás seja en­tregue à criminalidade. Vamos de­volver Goiás aos goianos”.


MEIO AMBIENTE

O Roger enviou uma sugestão e pediu apoio do senador para cria­ção de uma ONG que construirá vi­veiros para plantio de mudas em par­cerias com escolas, prefeituras. Essas mudas serão utilizadas para recupe­rar as nascentes de rios, preocupação do candidato que dedicou espaço no seu plano de governo para o tema.


“Vou apoiar essa parceria e in­centivar a cultura de preservação junto aos jovens e crianças. Até por­que as pessoas estão vendo a escas­sez de água a todo momento. O Se­nar vai nos apoiar atuando também junto aos sindicatos para que pos­samos recuperar essas áreas mais comprometidas, as nascentes, áreas de erosão. Esse trabalho precisa ser disseminado pelos 246 municípios.”


ORGANIZAÇÕES SOCIAIS

“A OS é um instrumento que se usa em muitos lugares. O que pre­cisamos é aprimorar a maneira de controlar resultados com gastos e ter eficiência. O modelo que foi insta­lado em Goiás é impossível de ser mantido porque faz muito mais via­bilizar caixa dois (de campanha) do que prestar serviços na saúde. O que temos que fazer é rever contratos, buscar eficiência e resultado para o cidadão. Fiquem tranquilos, tere­mos espaços para todas que que­rem trabalhar em Goiás. É o que sempre observo: uma coisa é você combater o carrapato, que é o que nós vamos combater. Mas ninguém está aqui para matar a vaca, pelo contrário, vamos recuperá-la”.


EDUCAÇÃO

Outra pergunta respondida por Caiado diz respeito à políti­ca do Estado para os professores, feita por Nedilsa Ferreira.

“Vamos recuperar a autoesti­ma dos professores. Não há efi­ciência se não tiver remuneração digna, melhor perspectiva de salá­rio. Se não se puder fazer um cur­so, melhorar qualificação e ter a garantia de que será recompen­sada por isso. Agora, em contra­partida, vamos querer melhorar o IDEB, ter melhor resultado na alfabetização das nossas crian­ças. Valorização é fundamental. Nosso governo só vai ter suces­so porque estaremos de mão da­das com os servidores públicos. Sou um homem que trabalha em equipe. Vocês são fundamentais para o sucesso do nosso gover­no. Vai valer a pena ser professor no nosso governo”.


REGIONALIZAÇÃO DA SAÚDE

“Essa é uma das metas do nos­so plano de governo. Vamos re­gionalizar a saúde no estado de Goiás. É inadmissível não ter hos­pitais nas regiões do estado para fazer atendimento qualificado com especialistas para atender os casos mais graves. Vamos cons­truir 17 policlínicas. Por que 17 policlínicas? Porque a saúde no estado é dividida em 17 regiões. Vamos construir uma em cada uma dessas regiões, vamos fazer apoiamento para que os especia­listas possam diagnosticar, iden­tificar o tipo da doença e fazer triagem para encaminhar para o tratamento ambulatorial ou hos­pitalar. Vamos ter o hospital de re­ferência para poder atender os ca­sos mais graves, dar condição de salvamento daquelas pessoas que estejam numa situação de aciden­te, AVC, infarto, qualquer compli­cação que eles tenham”.


INOVAÇÃO

“O goiano é empreendedor. O que precisamos é desenvolver áreas de tecnologia e inovação. Precisamos formar técnicos, tec­nólogos e pessoas capazes de de­senvolver startups para atender a demanda de cada empresa, de cada região. Veja em Rio Verde, o cidadão precisava ter o contro­le de almoxarifado, apostou num grupo de estudantes e eles desen­volveram uma plataforma para isso. O importante é dar apoio a esta vertente que é dominante no mundo. Vamos trabalhar para os goianos se destacarem no domí­nio do conhecimento. Este é o ponto relevante”.


PARCERIA COM IGREJAS E ENTIDADES DE SOCIEDADE CIVIL

Em outra pergunta, o Anderson pediu o posicionamento de Ronal­do Caiado sobre a parcerias com as igrejas para as recuperação de de­pendentes químicos.

“O Estado sozinho não dá con­ta. Ninguém tem mostrado mais competência para fazer isso que as igrejas. Uma coisa é fazer o atendimento das pessoas que são dependentes da droga. Outra coi­sa é dar uma recuperação a essas pessoas. É fundamental que te­nhamos o apoio de tantas estru­turas que são montadas em Goiás. Há também muitas entidades que são desenvolvidas nas cidades por iniciativa própria para acolher es­sas pessoas, dar esperança, rein­cluí-las na sociedade, ter a pers­pectiva de vencer na vida. Não só é o tratamento dentro do hospi­tal; é o dia após. Quem é que tem mais competência para fazer isso? São aqueles que já estão cuidan­do de todas essas pessoas no es­tado de Goiás, que são dependen­tes do álcool, da droga, que foram envolvidos com criminalidade e é isso que vou buscar com a maior tranquilidade. O estado tem que saber dividir tarefas. O estado tem que ser a mão alavancadora ou de apoio a esses setores”.


Fonte e foto: (https://www.dm.com.br/politica/2018/08/presidio-em-goias-nao-sera-mais-quartel-general-de-faccao-diz-caiado.html)

Tiranossaurus Rex

BLOG DE ATUALIDADES

Social media influencer

  • AppIcons-01
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • Twitter ícone social
  • Google+ ícone social

© 2018 | todos os direitos reservados