Bolsonaro, 17 projeções para o futuro do Brasil.


Em 2013 o PT organizou e promoveu por meio de suas redes sociais, aparelhadas com o dinheiro público, manifestações contra o aumento da passagem de ônibus. A intenção era manipular a opinião pública a favor das políticas socialistas / comunistas do PT, mas essas manifestações acabaram tomando um corpo muito maior do que o que foi originalmente previsto pela equipe de engenheiros sociais do PT que trabalham pela manipulação da sociedade através das mídias sociais, pois aquelas manifestações de 2013 foram abraçadas e aderidas pela classe média brasileira, o que transformou uma manifestação por aumento de passagem de ônibus em uma manifestação contra Dilma Rousseff e contra o PT e levou milhões e milhões de brasileiros às ruas em várias capitais brasileiras.


O fato é que a partir daquele momento a sociedade civil brasileira se organizou, nos seus vários segmentos, em retirar a Dilma e o PT do poder e a classe média demonstrou sua insatisfação com o PT através da escolha de Aécio Neves, e durante a eleição de 2014 houve quase um empate técnico e Dilma ganhou por uma pequena margem de votos a mais do que Aécio.


Já naquele momento surgira um personagem curioso na política nacional que aos poucos acabou conquistando a simpatia da classe média brasileira e ocupou o espaço que estava destinado a Aécio Neves. Este personagem polêmico chegou com um discurso intransigente contra tudo o que representa o atual sistema de coisas, Jair Bolsonaro apresentou ao eleitorado brasileiro uma nova visão totalmente ao contrário do que os políticos vinham fazendo até o momento.


Já que estamos sendo doutrinadas nas nossas escolas e universidades desde 1969 por uma doutrinação comunista / socialista sutilmente inserida na grade curricular de todas as matérias dos ensinos fundamental, médio e superior então o brasileiro não tinha a perspectiva de outras visões políticas de mundo diferentes das visões que lhe foram transmitidas em sala de aula nos últimos 49 anos. Esse ensinamento doutrinário socialista / comunista tirou do brasileiro a capacidade de perspectiva e apresentou ao brasileiro a única visão de mundo que os comunistas querem que seja adotada por todos através de sua doutrinação educacional.


Portanto quando Jair Bolsonaro veio com suas propostas liberais isso foi chocante demais para a maioria das pessoas que estavam presas na doutrinação socialista / comunista e essas pessoas começaram acusá-lo de radical, mas as pessoas com um ponto de vista conservador entenderam e abraçaram a mensagem liberal de Bolsonaro.


Eis então uma pequena lista com 17 motivos para transformar Bolsonaro no próximo presidente do Brasil:


Ele é o único que combate todo esse sistema de coisas de frente e que tem peito e coragem para falar em ordem e progresso no Brasil.


Depois do General Eurico Gaspar Dutra eleito pelo voto popular na década de 1940 todos os outros presidentes permitiram que a luta comunista prosperasse no Brasil, inclusive os presidentes militares das décadas de 60 a 80. Bolsonaro é o único que fala em combater o comunismo nas suas raízes culturais e educacionais impregnadas na sociedade brasileira.


Ele é um cidadão honesto que nunca participou de nenhum esquema de corrupção e é a favor da família brasileira e dos valores sociais razoáveis para uma convivência amigável e pacífica entre todos.


Pelo bem da alternância de poder já temos aproximadamente 30 anos de governos de esquerda está na hora de termos um período de governo de direita.


A preocupação com as nossas crianças é uma das diretrizes de Bolsonaro, escola sem partido, eliminando qualquer tipo de doutrinação ideológica, política e sexual que existe nas escolas de hoje em dia para destruir com socioconstrutivismo as mentes inocentes das crianças.


Ele é o único político brasileiro que se propõe a desmantelar o foro de São Paulo e acabar com essa maquiavélica intenção dos comunistas de transformar a América Latina em um único país soviético socialista comunista.


Ele usa um versículo bíblico como temática de vida e de campanha: “e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, João 8:32.


Sua campanha tem como temática o liberalismo econômico assegurando que o governo vai deixar de interferir no mercado econômico e vai deixar o mercado se regular por si próprio como deve ser.


Ele é um candidato que fala a linguagem do povo quando diz: “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”.


Ele será um presidente que preza não só pela parte econômica mas pela parte social trabalhando pela moralidade, os bons costumes e o respeito na sociedade.


Ele elegeu 52 deputados federais sem fazer nenhum acordo político com ninguém e é o único que está preparado para governar sem ficar negociando cargos ou comprando deputados para aprovar seus projetos.


Bolsonaro é o único candidato que de fato se preocupa com a segurança pública e que quer o endurecimento das leis penais.


Também é o único candidato que fala a respeito de educação militar pelo menos em algumas escolas das capitais brasileiras.


Ele promoverá a desburocratização, desregulamentação e facilitamento da vida dos pequenos e médios empresários para a geração de mais empregos, sem interferência do governo em planos econômicos ou medidas de subsidiamento com interferência governamental nos assuntos de mercado.


Somente ele combate a divisão da sociedade brasileira por classes, sexo, raça, orientação sexual, opção religiosa e outras divisões que o PT causou na sociedade brasileira.

E por fim ele fala da unificação nacional e de parar de mandar dinheiro do contribuinte brasileiro para países que sejam ditaduras na América Latina.


Agora a classe média brasileira se uniu novamente como haviam se unido várias vezes durante a história brasileira: pela queda de Getúlio Vargas, pela nova Constituição de 1946, pela construção de Brasília, pelo combate aos comunistas soviéticos e a expulsão de João Goulart do Brasil, pelas Diretas Já, pelo impeachment de Fernando Collor de Mello, pelo impeachment de Dilma Rousseff e agora para eleger Jair Messias Bolsonaro como próximo presidente do Brasil.


Estes são 17 motivos sólidos para se votar em Jair Messias Bolsonaro (17) no próximo domingo.


Por | André Luís, pseudônimo: Tiranossaurus Rex – Embaixador Mundial da Paz, membro da organização imperial mundial: Royal Society Group / publicitário / inventor / filósofo / músico / integrante da Royal Academy International / integrante do parlamento virtual da ONU, registrado na sucursal da ONU em Bonn, na Alemanha, sob o número de registro 849.381 / membro da Royal Society of Science, Art and Design / membro honorário das seguintes ordens cavaleirescas mundiais: Ordem dos Cavaleiros Templários; Cavaleiros Sarmathianos da Ásia Central; Cavaleiros de Malta; Cavaleiros Teutônicos da Alemanha; Cavaleiros Hospitalários de Jerusalém / também membro e integrante de diversas outras ordens imperiais, cavaleirescas e diplomáticas mundiais / membro da Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes, e colunista dos jornais Diário da Manhã e The New York Times:advertisingpropaganda@gmail.com

Tiranossaurus Rex

BLOG DE ATUALIDADES

Social media influencer

  • AppIcons-01
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • Twitter ícone social
  • Google+ ícone social

© 2018 | todos os direitos reservados